Associação Gaita-de-Foles A.P.E.D.G.F. APEDGF
Associação Portuguesa para o Estudo e Divulgação da Gaita-de-foles - Portuguese Bagpipe Society .'.
gaita - bagpipe - cornemuse - zampogna - dudelsack - bock - gaida - phìob - biniou - mezoued -zucra - duda - pipe - sackpipa
  Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola | Comprar | Orquestra de Foles Documentos  | Contactos

« Principal « Grupos « Sendim: Sons da Terra
.
 

Sons da Terra

Centro de Música Tradicional

Apresentação geral do Centro

Parcerias

Funcionamento

 

 

 

Sendim: Sons da Terra
Parcerias


Um dos aspectos mais relevantes da actividade do Centro de Música Tradicional Sons da Terra residirá no estabelecimento de acordos de cooperação e de colaboração com organismos e entidades similares, nacionais e estrangeiras. 

Este tipo de parcerias tem um duplo duplo objectivo: de se divulgar as actividades e o fundo documental do centro, por um lado, e de suscitar a mais ampla possível troca de experiências e de suscitar análises e estudos tendo como ponto de partida reconhecidas afinidades culturais, por outro lado. 

Neste sentido, a nível nacional, serão estabelecidos os necessários e adequados canais de ligação com organismos universitários de algum modo associados à temática da música tradicional. Os desejados acordos de cooperação a estabelecer incluirão a criação de condições para a realização de estágios de pesquisa, análise, investigação e trabalho de campo em regime residencial para os respectivos alunos. Acresce a cooperação em termos bibliográficos e fonográficos que se torna possível, tendo em conta a dinâmica editorial dessas instituições ou organismos, bem como a disponibilidade para participação em colóquios, conferências e seminários a organizar pelo Centro. Neste contexto de cooperação e de colaboração mútua, com benefícios para ambas as partes, serão assinados protocolos com entidades do mesmo modo consagradas ao estudo das tradições musicais.

No que se refere ao plano de acordos de cooperação com instituições internacionais, é de destacar os que serão estabelecidos com o Centro de Estudios del Folklore, sediado em Urueña, na comarca de Valladollid, dirigido pelo grande músico e etnomusicólogo Joaquin Diaz. Este Centro dispõe de um notável arquivo documental e fonográfico, no qual se encontra integrado um vasto espólio relacionado com as tradições musicais do Nordeste Transmontano (os estudiosos do Centro nunca deixaram que as fronteiras admininistrativas fossem também fronteiras culturais e, na realidade, não o são, procurando afinidades, semelhanças e continuidades expressivas em território português). Com uma notável actividade editorial, este Centro é uma referência incontornável neste tipo de actividades, dispondo de estruturas de apoio verdadeiramente exemplares. 

Integralmente apoiado pelo Estado (através da Junta de Castela e Leão), o Centro de Estudios de Folklore de Urueña apresenta excelentes capacidades para apresentação de acções de divulgação e de promoção que deverão constituir objectivo a não negligenciar.

Do mesmo modo, serão estabelecidas relações privilegiadas de colaboração e de cooperação com homólogos centros de música tradicional existentes em Salamanca e em Zamora, associados à Universidade, do mesmo modo fiéis depositários de arquivo documental e fonográfico relevante para o conhecimento das tradições musicais do nordeste Transmontano.

Acresce, por último, que todas estas parcerias a estabelecer com base em trabalho cultural terão os consequentes reflexos na actividade turística da região, quer de uma forma directa (relacionada com as deslocações e movimentações dos próprios participantes, cooperantes e colaboradores) quer indirecta (porque integrarão acções de divulgação que serão contributos para uma maior dinâmica e diversidade de oferta em termos de turismo cultural).

Mas no que se refere aos acordos de cooperação e de colaboração a estabelecer, será de grande importância a ligação efectiva do Centro às associações culturais locais, quer no que se refere ao trabalho de campo de recolha e de arquivo documental e fonográfico, quer quanto às acções concretas de promoção e de divulgação das actividades desenvolvidas, sempre com o objectivo de lhes conferir um maior protagonismo no terreno e funcionando o Centro como uma espécie de motor estimulante (dispensando o apoio directamente resultante da sua própria estruturação).

Assim, da parte do Centro, prestar-se-á especial atenção ao desenvolvimento de todas as acções orientadas no sentido da efectiva dinamização da vida cultural das associações, procurando rentabilizar exposições e debates, fundos de arquivos e de recolhas, cursos de instrumentos e espectáculos. Do mesmo modo, o Centro poderá acolher iniciativas das próprias associações culturais, embora se pretenda, acima de tudo, privilegiar a dinamização cultural local. Acresce que estas relações com as associações culturais locais decorrerão sempre num quadro de articulação constante e permanente com os órgão autárquicos correspondentes bem como com os organismos regionais de sensibilidade cultural (INATEL, IPJ, Região de Turismo…). 


 


Início | Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola de Gaitas |
Comprar | Orquestra de Foles | Documentos | Equipa | English  | Links | Contactos
Powered by RRMerlin

Associação Gaita de Foles - direitos reservados