Associação Gaita-de-Foles A.P.E.D.G.F. APEDGF
Associação Portuguesa para o Estudo e Divulgação da Gaita-de-foles - Portuguese Bagpipe Society .'.
gaita - bagpipe - cornemuse - zampogna - dudelsack - bock - gaida - phìob - biniou - mezoued -zucra - duda - pipe - sackpipa
  Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola | Comprar | Orquestra de Foles Documentos  | Contactos

« Principal « Notícias « Chocalhos 2004
.
Galandum Galundaina

Oficina da Palheta

Acampamento “Rotas da 
Transumância”


IV Encontro Nacional de Gaiteiros

Percurso pedestre com rebanho 

Ovelha Azul 

Feira dos Caminhos da Transumância 

Pastorícia – Trato de homens e animais

Sobre o fenómeno da Transumância
Espaco.gif (821 bytes)

 

Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)


Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)
Espaco.gif (821 bytes)

Chocalhos 2004
Festival dos Caminhos da Transumância
Fundão, de 17 a 19 de Setembro


Tocador de Pífaro (Fundão)

A Câmara Municipal do Fundão organiza, de 17 a 19 de Setembro e, pelo terceiro ano consecutivo, o Chocalhos 2004 – Festival dos Caminhos da Transumância.

Os caminhos da transumância voltam a ser povoados pelo Chocalhos. Este ano, os trilhos percorridos pelo Festival encontram um espaço onde a pastorícia também quer fazer perdurar a sua memória. São caminhos que unem gados, gentes e horizontes para além das fronteiras e ao sabor da música, como aliás o fazia a própria transumância.

Um evento que se realiza no Fundão, Capinha, Salgueiro e Alpedrinha e que conta com o apoio da Academia de Música e Dança do Fundão, Associação Gardunha Viva, Associação Juvenil Talabara, Associação Ocaia, Associação Portuguesa para o Estudo e Divulgação da Gaita de Foles, Fundão Turismo, EM, Junta de Freguesia da Capinha, Junta de Freguesia de Alpedrinha, Junta de Freguesia de Salgueiro e Junta de Freguesia do Fundão.


Concerto: Galandum Galundaina
Fundão, Praça do Munícipio - 17 de Setembro


Galandum Galundaina

Este ano, foram convidados para fazer a abertura do Festival, no dia 17 de Setembro, pelas 21h30, na Praça do Município, os Galandum Galundaina, um dos grandes representantes da musica pastoril Mirandesa, nasceram e cresceram nas Terras de Miranda (Fonte de Aldeia e Sendim) onde adquiriram conhecimento directo da música que interpretam através do ambiente familiar e do convívio com os velhos pastores e gaiteiros.

Os instrumentos usados são réplicas de outros muito antigos, mantendo o aspecto e a sonoridade dos mesmos: são gaitas de fole mirandesas, flauta pastoril, caixa de guerra, bombo, conchas de Santiago (tcharrascas), castanholas, pandeireta, tamboril... Além da música instrumental, o grupo conta no seu repertório temas tradicionais para vozes que antes eram interpretados nas mais diversas ocasiões do quotidiano mirandês.
Os trajes com que o grupo se apresenta são de confecção manual e tradicional.


Oficina de Palheta
Academia de Música e Dança do Fundão - 13 a 18 Setembro



O pastor José dos Reis, o último tocador de Palheta (Penamacor, 1963).

A oficina dedicada à Palheta visa ensinar técnicas de execução e repertório, um pouco da história do instrumento e sobretudo a sua relação com o contexto agro-pastoril e com muitos outros instrumentos que fazem parte da cultura da região. Trata-se de uma oportunidade de conhecer como se desenrolava a criação e reprodução de práticas musicais tradicionais, contribuindo para a consciencialização quanto à riqueza e diversidade musical do ciclo pastoril. Com o apoio da Associação Gaita de Foles, na oficina serão aplicados directamente os conhecimentos adquiridos sobre materiais e técnicas; aprender a ouvir e conhecer os sons da Palheta, através da audição de recolhas etnográficas e outros exemplares sonoros e, finalmente, aprender a tocá-la.


Acampamento “Rotas da Transumância”
Capinha - 17 a 19 Setembro


Este acampamento localizado na Barragem da Capinha, irá percorrer caminhos pastoris da Freguesia, bem como parte de uma das rotas transumantes que atravessavam o Concelho do Fundão num convívio diário (nocturno) com ambientes e paisagens que outrora enquadraram a actividade pastoril.

SEXTA-FEIRA | 17 |
18.00H | Barragem da Capinha
Recepção

SÁBADO | 18 |
09.00H
Passeio pedestre, “O solitário caminho dos pastores”

15.30H | Capinha
Visita à Capinha
Animação de rua

21.00H | Capinha
Concerto pelo grupo Ocaia

DOMINGO | 19 |
09.00H | Fundão – Alpedrinha
Percurso pedestre com rebanho “Rota da Transumância”

11.00H | Alpedrinha
Visita a Alpedrinha

16.30H
Regresso em autocarro ao local do acampamento



IV Encontro Nacional de Gaiteiros
Fundão – 18 e 19 de Setembro


Pela quarta vez, um grande encontro entre diferentes gerações de Gaiteiros de todo o país

Organizado pela Associação Gaita de Foles, com o apoio da Câmara Municipal do Fundão, o IV Encontro Nacional de Gaiteiros é um evento único que acolhe gerações de gaiteiros de todo o país, do Minho, Trás-os-Montes, Coimbra, Litoral centro, Estremadura e Península de Setúbal, para dois dias de redescoberta de uma parte da cultura portuguesa, ainda quase desconhecida. 
O tema forte deste ano são os instrumentos do Ciclo Pastoril - onde se insere a Gaita-de-fole. Tudo sobre o Encontro Nacional de Gaiteiros

SÁBADO | 18 | Fundão

10:30 Recepção dos grupos convidados
16:00 Abertura oficial do IV Encontro de Gaiteiros
         Animação pelas ruas e espaços temáticos
         Abertura Oficial da Exposição de Gaitas de Foles
         Animação informal na zona antiga
22.00 Espectáculo com os participantes no evento

DOMINGO | 19 |

10:00 Alvorada com Gaitas de Foles
         (Alpedrinha,Capinha,Salgueiro e Fundão)
16:00 Desfile de encerramento com todos os gaiteiros
         participantes e os Chocalheiros de Vila Verde de Ficalho
         pelas ruas de Alpedrinha
18.00 Encerramento do IV Encontro Nacional de Gaiteiros
         Despedida dos Convidados


Percurso pedestre com rebanho 
Saída da Praça do Município do Fundão às 09h00 - 19 de Setembro


A Transumância percorre as ruas de Alpedrinha

Um percurso pedestre com a companhia de um rebanho serrano, percorrendo parte de uma das rotas da transumância que liga o Fundão a Alpedrinha.


Ovelha Azul 
Casino Fundanense - 18 de Setembro - 15h00


Apresentação do filme “ Ovelha Azul” – Cinema de Animação, realizado pelas crianças das escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico de Alpedrinha, Capinha, Quintas de Monte Leal, Orca, Três Povos, Peroviseu e Castelo Novo no âmbito do projecto “Frame a Frame”, em parceria com a Cooperativa Cinema Jovem e orientado por Rodolfo Pimenta, Nelson Fernandes e Ângela Duarte.


Feira dos Caminhos da Transumância 
Alpedrinha - 17 a 19 de Setembro

Durante todo o festival, as ruas de Alpedrinha vão encher-se de vida com a habitual Feira Franca, onde não faltará animação de rua e diversos concertos.

SEXTA-FEIRA | 17 | 
19.00H | Abertura
Desfile do Grupo de Bombos de Alpedrinha
Desfile do Rancho Folclórico da Alegria dos Enxames
Desfile de Acordeonistas

21.00H | Largo da Fontainha
Actuação do Rancho

22.00H | Capela do Leão
Concerto pela Orquestra de Guitarras da Academia de Música do Fundão

23.00H | Largo da Igreja
Cantigas à desgarrada

23.30H | Retiro do Sr. Maia
Grupo de Fados

SÁBADO | 18 | 
11.00H 
Arruada pelos Chocalheiros de Vila Verde de Ficalhos
Descida de Rebanho

14.00H
Actuação de Grupo de Bombos
Actuação de Acordeonistas 

18.00H | Largo do Sr. João Maneta
Actuação da Orquestra Juvenil da Liga dos Amigos de Alpedrinha

19.00H 
Desfile do Rancho da Cova da Beira - Fundão

20.30H | Largo do Chafariz de D. João V
Lançamento da Monografia de Alpedrinha de Salvado Mota

21.30H | Largo da Fontaínha
Actuação do Rancho

22.30H | Capela do Leão
Concerto de Acordeão e Violino

23.00H | Largo da Igreja
Cantigas à desgarrada

23.30H | Quintal do Sr. Arq. Tarouca Valente
Grupo de Fados

DOMINGO | 19 | 
11.00H 
Arruada de Grupo de Gaiteiros
Descida de Rebanho

16.00H | Palácio do Picadeiro - Largo do Sr. João Maneta
Desfile com 120 Gaiteiros, Chocalheiros, Grupos de Bombos, Rancho e Acordeonistas

17.30H Casa dos Osórios. Largo da casa do Sr. Sá
Descerramento das Placas com concerto de piano e canto

20.30H | Largos da Fontaínha e Igreja
Desfile e actuação do Rancho Folclórico de Alpedrinha

21.30H | Igreja Matriz
Actuação do Rancho



Pastorícia – Trato de homens e animais
Casa-Museu do Salgueiro - 17 a 19 de Setembro


Exposição de elementos ligados ao pastoreio que explicam como começou e se sedimentou essa relação intemporal que liga homens e animais, num ciclo de sobrevivência e interdependência, de respeito e valor.


Sobre o fenómeno da Transumância


Chocalheiros de Ficalhos

As raízes do fenómeno da transumância remontam à ancestral prática da pastorícia, desde tempos imemoriais, e aos longos percursos que os pastores efectuavam sazonalmente com os seus rebanhos na direcção de campos mais férteis e de condições climatéricas mais favoráveis.

A transumância assumiu particular expressão na Península Ibérica, dado que o conjunto das suas características climáticas, da sua elevada altitude média e dos fortes contrastes entre as suas regiões atlânticas, favorece mais o pastoreio migratório que o sedentário.

O movimento transumante encontra-se praticamente extinto ou desenvolve-se em circuitos muito pequenos. Pela importância que teve na Península Ibérica e pelo facto de os seus percursos nunca terem conhecido fronteiras entendemos que o “Chocalhos: Festival dos Caminhos da Transumância” seria a melhor forma de homenagearmos, recuperarmos e revitalizarmos essa prática ancestral. 

É certo que não podemos voltar a introduzir milhares de cabeças de gado transumante na Raia Central Ibérica. No entanto, podemos com toda a certeza, recuperar pedaços da história de uma prática riquíssima a nível sócio-cultural. 

Este Festival não é uma obra física. É uma acção imaterial. Porém, a sua concretização assume a mesma importância porque ela representa a efectiva realização do “sonho” que comanda este projecto. Para além disso desejamos que o “Chocalhos” se transforme, gradualmente, num pólo de atracção cultural e turística da região e que promova a transumância em todas as suas vertentes, gerando mais-valias para toda esta região transfronteiriça.

Através do “Chocalhos” foi possível voltarmos a ouvir o “chamamento” dos pastores, o ritmo fantástico do gado a atravessar as localidades, a assistir ao espectáculo das ovelhas em movimento e à agitação dos pastores. A própria actividade pastoril foi valorizada. Para centenas e centenas de pessoas o “Chocalhos” foi uma oportunidade para reavivar a memória. Para outros foi uma novidade, uma agradável surpresa. Para outros ainda foi a alegria de perceber como, através da valorização das nossas raízes, através de uma aposta na cultura, se pode encontrar um caminho de desenvolvimento para esta região desfavorecida.



 


Início | Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola de Gaitas |
Comprar | Orquestra de Foles | Documentos | Equipa | English  | Links | Contactos
Powered by RRMerlin

Associação Gaita de Foles - direitos reservados