Associação Gaita-de-Foles A.P.E.D.G.F. APEDGF
Associação Portuguesa para o Estudo e Divulgação da Gaita-de-foles - Portuguese Bagpipe Society .'.
gaita - bagpipe - cornemuse - zampogna - dudelsack - bock - gaida - phìob - biniou - mezoued -zucra - duda - pipe - sackpipa
  Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola | Comprar | Orquestra de Foles Documentos  | Contactos

« Principal « Notícias « Ultreia: Curso de Gaita em Santiago
.

Espaco.jpg (632 bytes)
   
Espaco.jpg (632 bytes)
   
Espaco.jpg (632 bytes)
   
Espaco.jpg (632 bytes)
   
Espaco.jpg (632 bytes)

Ultreia: 
Curso de instrumentos tradicionais galegos e gaitas de fole, em 2002


O Obradoiro de Cultura Tradicional Ultreia, situado em Santiago de Compostela, na Galiza, vai organizar um curso teórico-prático sobre instrumentos tradicionais galegos e gaitas de foles, através do professor Pablo Carpinteiro.
Este curso anual, muito completo e aprofundado, incluirá aulas práticas e teóricas sobre instrumentos tradicionais galegos, aulas de afinação e aperfeiçoamento musical de gaita-de-foles, visitas a vários artesãos e gaiteiros da Galiza e orientação científica e metodológica para trabalhos de recolha e conhecimentos básicos de etnomusicologia.


O Professor e a Associação
Conheça melhor o Obradoiro de Cultura Tradicional Ultreia e o gaiteiro Pablo Carpinteiro; historial, objectivos, edições e trabalhos de investigação da cultura popular galega


A quem é dirigido?
Este curso é dirigido fundamentalmente a gaiteiros já iniciados, posto
que serão eles quem melhor pode aproveitar alguns dos ensinamentos
práticos (como diferentes tipos de digitação, fabrico de foles, palhetas, palhões, etc.). No entanto, não é obrigatório que qualquer outra pessoa interessada em conhecer com profundidade os instrumentos musicais tradicionais galegos se veja excluída do mesmo, pelo que se oferece a possibilidade de matricular-se só em determinadas partes do curso, já que estas serão unicamente teóricas e destinadas a dar a conhecer a origem e evolução de todos os instrumentos musicais tradicionais da Galiza.

Aulas Teóricas
A parte teórica do curso incidirá na origem e evolução de todos os instrumentos musicais galegos, desde a pré-história até aos dias de hoje.
Aprofundar-se-ão de modo especial os diferentes tipos de gaitas de fole galegas, a sua tipologia e a sua distribuição e na parte teórica, aspectos importantes que auxiliem os alunos a levar a cabo trabalhos de campo de recolha com a orientação metodológica necessária para que sejam proveitosos do ponto de vista científico.

Dar-se-á especial atenção à metodologia correcta de abordar os trabalhos de campo (recolhas), sobre as diferentes maneiras de obter bibliografia
relacionada com a temática etnomusicológica, sobre a forma mais adequada de tratar a informação recolhida, etc.

O objectivo fundamental da parte teórica deste curso é situar os instrumentos no tempo e no espaço para que cada qual saiba a todo momento o que é e de onde provém o instrumento que está a tocar.

Aulas práticas
A parte prática do curso será dirigida a gaiteiros com alguma experiência e distribuir-se-á em duas secções, uma de aprendizagem musical e outra de construção de instrumentos. Na primeira, os gaiteiros serão instruídos no manejo de diferentes técnicas interpretativas e diversos tipos de digitação ao mesmo tempo que aprendem o repertório próprio de cada zona e do tipo de gaita de fole. 

A segunda parte é dedicada ao fabrico de instrumentos relacionados com a gaita de fole (como gaitas de cana, roscas, pipas de vários tipos, assobios, flautas de cana, etc.), fazer e atar foles, confeccionar fundas e borlas, elaborar diferentes tipos de palhetas e palhões e implícitas nessa fase, noções sobre restauração de
instrumentos musicais. Por último, será altura de aplicar os conhecimentos para desenvolver o conhecimento da correcta afinação das gaitas de fole.
Com esta segunda parte do curso pretende-se, pois, levar os alunos ao
nivel dos bons gaiteiros tradicionais, capazes de compor,
afinar e arranjar as suas próprias gaitas de fole. Por esta razão, será também feita uma aproximação aos velhos instrumentistas e artesãos através de diversas visitas de estudo que serão organizadas para o efeito.

Horários, Duração e Localização
O curso começará no dia 4 de Outubro. 
Não haverá aulas nos meses de Julho e Agosto. 
Será permitida a incorporação de novos alunos, em qualquer altura do curso.

A duração deste primeiro curso será de aproximadamente 24 meses, sem obstar que, de mútuo acordo, professor e alunos o possam alongar durante o tempo que estimem necessário para ver satisfatoriamente cumpridos os objectivos do curso.

As aulas teóricas e práticas decorrerão todas as sextas-feiras, das 19.30 às 21.00 na sede do Obradoiro de Cultura Tradicional ULTREIA sito na rua Pexego de Abaixo n.º 28, em Santiago de Compostela, na Galiza.
As aulas de construção serão no mesmo dia e horário, mas na Rua Vedra n.º 9 (baixo).
Todo o material necessário para a sua realização será fornecido pela organização.

Visitas de estudo
As visitas de estudo levar-se-ão a cabo de preferência aos sábados e
domingos. As deslocações serão a cargo dos próprios alunos, ainda que 
organização procure disponibilizar os meios de transporte necessários. 

Custos
O custo do curso será de 45 Euros por mês, pelo curso completo, senão cobrar-se-á a parte proporcional correspondente. 
A matrícula inicial será de 50 Euros. O pagamento da matrícula deverá ocorrer no começo do curso e as mensalidades no fim de cada mês. 
Para ingressar no curso e continuar nele os alunos deverão apresentar, no primeiro dia de aulas de cada mês, o recibo da matrícula.
A incorporação de novos alunos no curso será permitida em qualquer
momento do mesmo, sempre com o pagamento prévio da matrícula correspondente ao momento da incorporação e com aviso prévio, no principio do curso, na parte que seria do seu interesse. Também será permitida a anulação da inscrição de qualquer cadeira do curso que não interesse e a nova inscrição, sem que isto pressuponha um novo pagamento da matrícula.

Inscrições
Para a matriculação neste curso, os alunos deverão contactar directamente o professor responsável (Pablo Carpinteiro) nos seguintes telefones: 626 588 381 ou 981 563 100 Ext. 13607, (+ indicativo de Espanha) ou pessoalmente, numa data préviamente definida.


Estruturação do Curso

I. AULAS TEÓRICAS

1.- A história da Galiza do ponto de vista musicológico. (3)
2.- Conceitos de tradição, folclore, transmissão oral, etc. (1)
3.- A Evolução dos instrumentos musicais. (1)
4.- Historia e evolução dos instrumentos tradicionais galegos.
a. Idiofones (2)
b. Membrafones (2)
c. Aerófones (4)
-Gaitas de fole galegas. (4)
-Outras gaitas de fole (3)
d. Cordofones (2)
5.- Trabalho de campo, a recolha de músicas e instrumentos. (1)
6.- O trabalho bibliográfico. (2)
7.- Sistemas de armazenamento de informação. (1)
8.- Acústica aplicada aos instrumentos musicais galegos. (1)
9.- As escalas musicais e a sua origem. (1)
10.- Os géneros musicais galegos:
a. Géneros antigos de compasso binário. (2)
b. Géneros antigos de compasso ternário. (1)
c. Géneros de ritmo “ceibe”. (1)
d. Géneros recentes de compasso binário. (2)
e. Géneros recentes de compasso ternário. (3)
11. A evolução dos agrupamentos instrumentais galegos. (2)
12. O folclore não instrumental. Noções gerais. (1)
13. O Ciclo do Ano e os instrumentos musicais. (1)


II. AULAS PRÁCTICAS

1.- Fabrico de instrumentos musicais relacionados com a gaita de fole galega. (5)
2.-Diferentes tipos de digitação fechada nas gaitas de fole galegas. (5)
3.-As distintas técnicas interpretativas. (4)
4.-Recursos ornamentais na música para gaita de fole galega. (4)
5.-Preparação, reparação e atado de foles.(1)
6.-Confecção de fundas e farrapos. (3)
7.-Fabrico de palhetas. (10)
8.-Fabrico de palhões. (2)
9.-Restauração de gaitas antigas. (2)
10.-Afinação das gaitas de fole. (4)
11.-Outros tipos de gaitas de fole relacionadas com a galega (asturiana,
transmontana e sanabresa). Digitações, recursos ornamentais próprios,
repertórios, fabrico de palhetas, afinação, etc. (3)
12.-Aprendizagem de instrumentos relacionados com a gaita de fole: as requintas e flautas travessas. (Esta parte será optativa e será leccionada no fim do curso, onde contará de um mini-curso de dois meses de duração).


III. VISITAS DE ESTUDO

Nesta secção serão realizadas diferentes viagens, orientadas fundamentalmente para a realização de trabalho de campo musicológico. Consistirão em visitas a oficinas de artesãos de instrumentos tradicionais galegos, em itinerários guiados e comentados por museus de interesse; consulta e inspecção de arquivos sonoros e bibliográficos galegos, e recolhas de material sonoro e documental em primeira mão, onde se tomará contacto com velhos intérpretes tradicionais, principalmente gaiteiros mais velhos, em que os alunos terão a oportunidade de adquirir conhecimentos directamente. No total, prevêem-se umas 20 visitas ao longo do curso.




 


Início | Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola de Gaitas |
Comprar | Orquestra de Foles | Documentos | Equipa | English  | Links | Contactos
Powered by RRMerlin

Associação Gaita de Foles - direitos reservados