Associação Gaita-de-Foles A.P.E.D.G.F. APEDGF
Associação Portuguesa para o Estudo e Divulgação da Gaita-de-foles - Portuguese Bagpipe Society .'.
gaita - bagpipe - cornemuse - zampogna - dudelsack - bock - gaida - phìob - biniou - mezoued -zucra - duda - pipe - sackpipa
  Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola | Comprar | Orquestra de Foles Documentos  | Contactos

« Principal « Notícias « Porto Céltico
.
Site Oficial

Visite o site desta organização para saber mais: Eventos, Destaques, Aulas, Concertos...

Espaco.jpg (632 bytes)
  Eventos e actividades 2002  
Esta associação vai promover concertos e aulas de gaita-de-foles, em Novembro e Dezembro de 2002...
Espaco.jpg (632 bytes)
   
Espaco.jpg (632 bytes)
   
Espaco.jpg (632 bytes)
   
Espaco.jpg (632 bytes)

Porto Céltico
Mais música na cidade do Porto


Surgiu recentemente na cidade do Porto uma associação relacionada com a música tradicional europeia, focada nas regiões norte-atlânticas (ditas de influência "céltica") e em especial, na música do norte de Portugal, visando o apoio e estímulo ao estudo, ensino, divulgação, preservação, e criação de Música, através de parcerias com outras organizações e da reunião de todos os interessados por esse universo musical, pela criação de oficinas de aprendizagem e construção de instrumentos, concertos, etc, com uma atenção especial para a gaita-de-foles.

Projecto
Objectivos
Questões Frequentes - Música dos Celtas?
Grupo de Estudo



Definição do Projecto: 
 Espaço de encontro e trabalho, dedicado ao estudo, aprendizagem, divulgação, preservação e criação de Música.
Está aberto a todos que queiram adquirir conhecimentos na área da música, ao mesmo tempo que disponibilizam as suas próprias competências, contribuindo conjuntamente no sentido dos objectivos a que nos propomos, retirando o máximo de conhecimento e enriquecimento pessoal desta experiência.

Objectos de estudo - Raio de intervenção:

Tudo o que diga respeito à música, instrumentos e formas de tocar, tradicionalmente associadas, ainda que não exclusivamente a:

1 - Território Português - aproximadamente à região norte do Rio Douro
2 - Resto do Mundo - regiões Norte Atlânticas do continente europeu.

Nota: Esta restrição reveste-se apenas e só de motivações metodológicas. Fazemos votos que organizações de carácter complementar se formem, garantindo que as restantes músicas e instrumentos de outras zonas do País e do mundo sejam contemplados.



Objectivos:
Este projecto, sem fins lucrativos, tem como principais objectivos:
1) Apoio e estímulo ao estudo, ensino, divulgação, preservação, e criação de música.
2) Estabelecer um polo de intercâmbio cultural dinamizador da cidade do Porto. 
3) Concentrar os interessados por estas temáticas que se encontram dispersos pela área metropolitana do Porto e cidade vizinhas, dando oportunidade que daí criem laços com músicos e/ou estudiosos homólogos do resto do país e do mundo.
4) Permitir a realização de eventos e actividades que só serão possíveis dada a concentração dos interessados e credibilidade do Grupo.
5) Promover o intercâmbio cultural com instituições congéneres nacionais e estrangeiras.
6) Apoiar a realização de investigação dentro do mesmo âmbito.
7) Enquanto Grupo, fomentar a inter-ajuda e apoio a todos quantos, não pertencendo a este por motivações pessoais ou geográficas, requeiram auxilio nestas temáticas.
8) Garantir a abertura e apoio a novas propostas dentro do âmbito do Grupo.



Questões Frequentes
A cidade do Porto assenta ainda hoje sobre profundas marcas da sua história, da qual a intrincada malha urbana medieval é uma das suas características mais indeléveis. Do lado de lá do rio, ainda se lembram lendas acerca de povoações castrejas, cavaleiros cristãos e princesas Mouras.
No entanto, nenhuma das histórias contadas, passando pelos povoados castrejos, da Romanização às investidas Suevas, parece dar grande importância aos Celtas.

Então porquê PortoCéltico?
Já que na Cidade facilmente encontramos um Porto Fenício, um Porto Romano, um Porto Suevo, um Porto Medieval, um Porto Românico, um Porto Gótico, um Porto Renascentista, um Porto Barroco, um Porto Industrial, um Porto Neo-clássico, um Porto Modernista, enfim... Porque não reinventar um PortoCéltico?

Mas música Norte Atlântica? "Música dos Celtas"? 
Mais uma vez um erro. Estamos obviamente a falar da música apelidada "World Music" ou "Roots" que desde há muito está presente no panorama mundial. Dentro desse grande caldeirão de influências há ainda aqueles que se autodenominam "de influência Celta", e portanto "Música Céltica".
Mas a verdade é que dificilmente separamos as influências célticas das dos restantes povos, e esta, tal como de resto todas as rotulagens, também terá resultado errónea. O que é certo é que se trata já de uma enorme arca de propostas artísticas, que vão da música à pintura, da literatura à joalharia...
Verdadeiro ou não, criado ou autóctone, o facto é que existe! 
Um pouco por todo mundo, reproduzindo a música que se faz em algum país distante, ou recorrendo aos instrumentos e influências autóctones, os lugares comuns nas sonoridades vão surgindo.

Mas então e este grupo de estudo? Defende a música " céltica"?
Não se trata disso! Desejamos antes aceitar as influências culturais estrangeiras como registos dignos de conhecimentos, compreensão e devida interpretação, mas fazer tudo ao nosso alcance para que não se transformem em invasões culturais destruidoras do nosso próprio legado. Consideramos que a única resposta é a de defender, preservar e divulgar a nossa própria música, seja ela de influência dita "celta" ou não.

Informação retirada do site www.portoceltico.web.pt

 


Início | Gaita-de-fole | Sócios | Actividades | Notícias | Escola de Gaitas |
Comprar | Orquestra de Foles | Documentos | Equipa | English  | Links | Contactos
Powered by RRMerlin

Associação Gaita de Foles - direitos reservados